23.3.09

Ecos da periferia

A periferia exultante avança sobre a pacata zona sul da cidade do Rio de Janeiro, é o morro descendo à cidade e não é para cantar samba, não.
Os últimos acontecimentos na zona sul do Rio, envolvendo a polícia e um grupo de traficantes de drogas da favela(?) da Rocinha que tentaram invadir um morro vizinho com acesso por Copacabana via Ladeira dos Tabajaras.
É a não-consciência da classe-média branca medíocre e hipócrita no seu racismo e nos seus preconceitos sociais que explodiu na pré-sinapse como um neurônio dissidente e encarnou sua revolta covarde.

A assutada classe-média não sabe como explicar aos filhos porque não podem ter hoje sua aula de teatro.

Nas seções de leitores da notícia acima, se manifesta uma direita tão raivosa quanto imbecil com seu preconceito racista de entredentes-e-linhas e pede que a polícia faça seu jogo sujo: - matem os favelados!

Mas (um)a polícia num estado de direitos será outra e será que esses vociferantes sairão em mílicias defendendo seus bairros? Sua explicação aos seus filhos será a mesma que manifestam nas colunas dos leitores? Estão parindo uma onda fascista?
Ou quem sabe no seu desespero estarão + próximos de entenderem a questão?
E não é apenas nas grandes cidades, não.
Fonte: Globo On Line

2 comentários:

Glória disse...

Eles não estão entendendo nada... Continuarão sua vida mesquinha e egoísta sem perceberem que é preciso compartilhar e tratar a todos com dignidade.

Marcelo C.Henrique disse...

Muito boa a sua observação. Estou colocando o seu blog como blog amigo do labirintobrasil.blogspot.com

abraços!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails